Você está aqui: Página Inicial / Notícias / Projeto da Licenciatura em Letras em colégio estadual

Projeto da Licenciatura em Letras em colégio estadual

O Colégio Estadual Julião Nogueira, que já trabalha em parceria com o IFFluminense no Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid), foi o selecionado para execução do projeto dos alunos do Curso de Licenciatura em Letras, do IFFluminense campus Campos Centro. Segundo Adriana Lacerda, estudante do 7º período do Curso de Letras, “A direção da escola é muita aberta e receptiva com a nossa proposta. Aceitaram prontamente”.

O projeto é interdisciplinar e faz parte das atividades de estágio do curso.  Começou a ser elaborado no início deste ano. A fase de planejamento foi coordenada pela professora Edalma Paes e, a de execução, pela professora Paula Azeredo.  O foco principal foi abordar, de maneira dinâmica e atrativa, a linguagem da internet (internetês) e seus contextos de uso.

Os alunos do Curso de Licenciatura em Letras tiveram atividades bastante diversificadas para por em prática, que vão, desde arranjos burocráticos e aulas até jogos educativos e lanche. O foco principal foi abordar, de maneira dinâmica e atrativa, a linguagem da internet (internetês) e seus contextos de uso.

No dia 26 as atividades se concentraram nas dependências do Julião Nogueira, com uma aula introdutória  sobre variações linguísticas, com foco principal no tipo de linguagem usada na internet. De acordo com as pesquisas dos licenciandos, o internetês tem influenciado expressivamente os contextos de escrita padrão da língua portuguesa, como redações escolares, avaliações, entre outros. Após a aula, os alunos participaram de jogos que envolveram a escrita normativa das palavras modificadas pela linguagem usada na internet.

No dia seguinte, quarta-feira, os estudantes fizeram uma visita guiada ao Campus Campos Centro, sob orientação do diretor de Pesquisa, Extensão e Pós-graduação, Jonivan Lisboa. Conheceram laboratórios, salas de aula, instalações esportivas e espaços comuns. Após a visita, assistiram a uma palestra, no Auditório Miguel Ramalho, ministrada pela coordenadora-adjunta do Curso de Licenciatura em Letras, professora Vania Bernardo, sobre os contextos de uso da norma padrão da língua portuguesa e das variantes mais informais, como é caso do internetês.

A professora Paula Azeredo considera que esta foi uma oportunidade de mostrar aos alunos do IFFluminense (professores em formação), as dificuldades e os benefícios de promover atividades dessa natureza no ambiente escolar. “Tivemos a preocupação de levar para a escola-campo propostas diferentes de trabalho, ressaltando que, mesmo que o tempo seja limitado, este tipo de ação é possível de ser realizada quando há envolvimento de toda a equipe”, explica Paula. Para a aluna Rhaísa Bretas, licencianda do sétimo período em Letras, a experiência foi interessante para sua formação. “Pudemos ver como funciona um projeto em uma escola, os benefícios de fazer atividades fora da sala de aula e as dificuldades contidas em um trabalho em grupo”, diz.

A aluna Linda Sterfhany, do 3º ano do Ensino Médio do Julião Nogueira, avalia positivamente as atividades realizadas. “Gostei muito de ver, de uma forma diferente, o internetês e de saber em que momentos usá-lo. A visita ao IFFluminense me deixou com muito mais vontade de fazer um curso na instituição”, finaliza.